sábado, 2 de fevereiro de 2013

Linha orgânica para bebês

Caros leitores,

Nesse período sem escrever muitos lançamentos de produtos e tecnologias ocorreram, mas gostaria de fazer uma resenha curta e especial sobre uma linha que poucos no Brasil conhecem e que está fazendo sucesso lá fora que é a Noodle & Boo. Todos sabem que amo a Mustela porém muitos produtos da linha tem parabeno e outros produtos químicos que sinceramente ganham pontos negativos na minha opinião. Já que é quase impossível evitar o contato com essas substâncias no nosso dia a dia, poderíamos pelo menos diminuir a exposição. Dessa forma, a Noodle & Boo (NB) surge nesse cenario como algo tentador, já que é uma linha natureba com cheiro agradável (muitas linhas naturais padecem no quesito aroma). Dentro da linha existem produtos voltados também para as mamães: os da Glowology.

Na minha opinião a fragrancia da Mustela é imbatível porém a qualidade de alguns dos produtos NB é bem superior aos da Mustela. 
Os lenços umidecidos não tem álcool, são extremamente suaves, assim como o cheiro. A marca ganhou uma projeção maior quando muitas celebridades assumiram que usavam. Quer saber quem são? Clique aqui. E detalhe: não somente em seus bebês...

Eis os ingredientes dos lencinhos da Noodle & Boo que comprei para minhas bebês: (com 72 unidades em cada pacote)

water (aqua), coco-glucoside, decyl glucoside, dicaprylyl ether, glyceryl oleate, tocopheryl acetate (vitamin e), aloe barbadensis leaf extract, bisabolol (chamomile), phenoxyethanol, ethylhexlyglycerin, citric acid, fragrance (parfum)


Outro produto bem legal é o body wash para bebês e adultos que é o carro chefe da empresa:

water (aqua), peg-80 sorbitan laurate, cocamidopropyl hydroxysultaine, sodium cocoyl isethionate, methyl gluceth-20, peg-150 distearate, allantoin, panthenol (provitamin b5), sodium dehydroacetate, hydrolyzed casein (milk protein), phenoxyethanol, tocopheryl acetate (vitamin e), citric acid, disodium edta, ethylhexylglycerin, fragrance (parfum)




Portanto, a linha é bem indicada para pessoas com pele sensível, incluindo bebês. O aroma extremamente sutil justifica-se justamente pelo foco da linha, menos cheiro, menos possibilidade de irritar.

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Vitamina D: o que deve ser dito.

Essa história da vitamina D, fotoproteção e câncer já deu o que tinha que dar. Hoje resolvi sair do meu exílio para tecer alguns comentários sobre essa questão que originou um email formal da Sociedade Brasileira de Dermatologia na presente data.
A tese que gerou um certo pânico na comunidade científica dermatológica é de que o excesso de filtro solar (mas não tão somente isso) geraria uma deficiência de vitamina D (que para ser produzida necessita da exposição aos raios solares) que abriria as portas para uma maior incidência de alguns tipos de tumores viscerais, o que de fato procede em muitos estudos (não em todos), porém existem alguns aspectos a serem considerados. Até porque o câncer é um quebra-cabeça onde apenas uma das peças é a carência dessa vitamina.
Quem deve ser objeto de atenção ?

Idosos (pele envelhecida produz menos vitamina D)
Indivíduos com baixa exposição ao sol:
Uso rigoroso de medidas de fotoproteção
Cobertura da pele por práticas religiosas 
Pacientes com síndrome de mal-absorção
Pacientes com fototipos altos (peles escuras)
Obesos mórbidos

Se você estiver incluído em um desses grupos, deve ser monitorado, em especial se você tem história de câncer anterior ou na família. Não necessariamente a deficiência ocasionará isso, mas é um fator que hoje tem muita importância dentro da oncologia. Para se ter uma idéia existem palestras só sobre o tema
nos grandes congressos da área. 
O que se deve fazer então?
Nada de entrar em pânico. Não jogue seu protetor solar janela afora. Até porque inúmeros pacientes com esses fatores de risco e usando filtro religiosamente tem níveis normais de vitamina D. O uso do filtro solar ainda protege contra o câncer de pele e isso deve ser ressaltado. O que não dá mais é fingir que a deficiência não tem tanta importância assim. Acho que existe um medo entre os dermatologistas de assumir isso e causar uma impressão errada. Ou seria confusão na cabeça dos pacientes. Afinal, existem evidências (embora não mencionadas no email que recebemos hoje) do impacto da vitamina D em tumores como o de intestino e mama, só para se ter uma idéia.
O exame para saber se há ou não deficiência é de sangue e se afirmativo deverá se iniciar uma reposição de vitamina D adequada. A forma mais recomendada é a líquida (gotas). Particularmente, gosto de fazer dose de ataque seguida de manutenção. Atualmente, a vitamina D é usada em conjunto com o tratamento oncológico em indivíduos deficientes e até para prevenir recorrências.
Dessa forma,  todo dermatologista deveria perguntar sobre histórico pessoal e familiar de tumores, em especial na população mais idosa. Creio que a prescrição de vitamina D agora passa a ser também algo do dia a dia do dermatologista, não só de outros especialistas.

Alguns artigos sobre o tema: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1470481/
Entrevista com um oncologista sobre o assunto: http://www.cancer.net/all-about-cancer/cancernet-feature-articles/cancer-screening-and-prevention/asco-expert-corner-vitamin-d-and-cancer-risk


quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

A luz entre as trevas..

Aos meus queridos leitores, a minha filhinha nasceu e estou me recuperando da cirurgia. Hoje aproveitei para responder alguns comentarios. Deu uma saudade daqui do blog, mas minha vida mudou muito, o tempo esta cada vez mais escasso. Duas filhas, um marido, pais que precisam de mim, clinica e outras coisas a mais. Nao sei se retomarei o blog, esta pesando que tenho tido muitos pedidos para que nao deixe esse espaço morrer. Muito dificil definir isso nesse momento.
Eis a minha outra luz: Marina. Meu presente neste natal. A primeira e a Lara, como voces mesmo sabem.

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Agressão sem sentido...

Pela primeira vez em 4 anos fui agredida em um dos comentarios feitos nesse blog. Provavelmente por alguem que nao le o mesmo pois se lesse saberia que o mesmo esta desativado ate segunda ordem. O motivo da agressao e justamente por eu nao estar respondendo os comentarios. Curiosamente apesar de parado, o blog continua sendo muito visitado e meu email esta entupido de comentarios. Eu nao estou dando conta de ler todos, muito menos de responder. A grande maioria das perguntas sao vetadas pelo Conselho Federal de Medicina e nao serao publicadas mesmo. Portanto, compreendam isso. Não posso fazer diagnosticos a distancia, nem prescrever medicamentos...Agradeco a compreensao de quem queira compreender. Quem nao quiser sinta-se na liberdade de nao mais entrar nesse espaco e nao gastar mais o seu tempo agredindo de graca o proximo.

Obrigada e nao me pronunciarei mais sobre isso. O recado esta dado.

sábado, 4 de agosto de 2012

Um olá a todos!

Tenho recebido muitos comentários de incentivo. Obrigada a todos que se preocupam com o que estou passando. A verdade é que minha vida está em um processo de metamorfose dolorosa. Não sei quanto tempo isso durará. Infelizmente, não pretendo continuar o nosso querido blog. Pelo menos, esse é meu pensamento inicial. Assim que minha jornada pessoal terminar vou iniciar um outro blog cujo post embrionário já está no ar. O tema é bem mais pesado do que o da Dermatologia, mas creio que será de inestimável valia para aqueles que tiveram suas vidas maculadas por qualquer tipo de câncer. Dessa forma, se com esse blog eu conseguir ajudar uma pessoa, minha dor não terá sido em vão.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Seria o fim? Não existe luz sem trevas.

Queridos leitores, infelizmente, tenho que informar que as atividades desse blog estão suspensas indefinidamente. Não sei quando retornarei e se realmente voltarei. Foi bom, muito bom enquanto durou. Mas minha vida simplesmente mudou radicalmente nos últimos dias. Tinha uma excelente notícia para dar a vocês-da minha segunda gravidez-mas uma tragédia se abateu sobre minha família e vou ter que mudar minha vida completamente. A vida é assim: quando menos se espera você recebe uma rasteira. Tem que se recompor e seguir em frente. Mas está difícil demais para mim e meu estado é também delicado para passar o que estou enfrentando e enfrentarei. Só Deus para me fortalecer, quem quiser e puder ore, reze pela saúde da minha família e se possível peça por um milagre. Eles existem, eu sei, embora nunca tenha visto um acontecer perto de mim. 

sábado, 26 de maio de 2012

..:: Na Mira - Dermatologista explica como cuidar da pele oleosa ::..

Não me esqueci de vocês, mas por motivo de saúde estou dando um tempo do blog. Prometo que assim que possível retornarei. Inclusive não estou dando conta de responder os comentários. Assim que possível o farei.

..:: Na Mira - Dermatologista explica como cuidar da pele oleosa ::..

domingo, 20 de maio de 2012

Breve pausa

Por motivos de ordem pessoal, infelizmente, estou dando uma pausa no blog. Devo retornar após aproximadamente 1 mês. Peço a compreensão de todos. Um grande abraço.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Nova técnica de Mega Hair

Todo mundo sabe que sempre fui super contra o uso de Mega Hair devido a destruição que causa nos fios. Entretanto, após o comentário de uma querida paciente, fui investigar mais sobre o Mega Hair Americano ou Europeu com adesivo e agora estou fazendo esse post para falar mais a respeito dele.


Técnica exclusiva de um cabeleireiro paulista no Brasil até janeiro do presente ano, o mega hair americano ou adesivado nada mais é que um aplique de cabelos naturais cuja extremidade consiste em um adesivo dupla face. Nada de nós ou queratina ou calor. Só um adesivo.
Aparentemente, a técnica agride bem menos os fios. Porém, já encontrei relatos negativos na net, falando que o adesivo quebra um pouco os cabelos sim, mas claro, nunca como as técnicas anteriores. Eu, como sou super cautelosa com tudo que é novidade no mercado, dou o seguinte conselho: esperem um ano ou conversem com alguém confiável que tenha feito e melhor: observe os fios dessa pessoa.

sábado, 14 de abril de 2012

Dia a dia.

Esse post baseia-se em diversas situações recorrentes em consultório e que merecem uma certa atenção. 


1) "Não preciso de Botox agora pois só se eu tivesse com muitas rugas para precisar"


Um dos pensamentos mais errados que escuto de alguns pacientes é de que o Botox conserta rugas a qualquer momento. Ele, na verdade, atenua o que já está marcado e previne, sim, previne que outras rugas surjam. Portanto, não se deve esperar que o rosto fique todo marcado com rugas para procurar tratamento. 


E não existe idade x ou y para que se indique o procedimento. Tem gente que chega já tarde demais e o resultado do Botox não fica ideal. Além disso, tenho pacientes jovens com rugas ao redor dos olhos  (piores do que mulheres maduras) e que fazem a toxina localizada no auge dos seus 20 e poucos anos. Sim, você não é obrigado a fazer em todos os pontos. Cada pessoa, uma abordagem individualizada.


2)"Não quero fazer botox pois vi pessoas que ficaram desfiguradas e com bochechas de fofão".


Com certeza o Botox virou um nome geral que as pessoas usam para designar qualquer coisa que façam no rosto. E tudo de feio é culpa do Botox. O Metacrill (preenchedor permanente) ou bioplastia é que tem esse mérito de deformar muita gente. O problema é que o metacrill virou sinônimo errado de Botox. 


3)"Sou muito nova e não preciso disso."


Isso é muito relativo. Rugas são proporcionais a força muscular da pessoa. Quanto mais forte e grosso o músculo mais rugas ele fará. Tem mulheres e homens que com 20 e poucos anos já tem mais rugas dinâmicas que homens e mulheres de 30. 


Dessa forma, o caminho natural é das rugas dinâmicas (que só surgem com o movimento, ao sorrir, ao franzir a testa) virarem estáticas (permanentes mesmo que você não sorria elas ficam lá). O Botox lentifica consideravelmente essa progressão e até mesmo impede que as rugas dinâmicas surjam precocemente. 


Mas cada caso é um caso. Uso muito os meus olhos como exemplo. Nunca usei Botox nessa área e talvez nunca precise. Minha musculatura é fraca ao redor dos olhos. Todo mundo acha que coloco Botox ali, mas a verdade é que não uso nada nessa região. 


4)"O meu cabeleireiro disse que a escova que ele fez não tem formol".


Alerta PINK não é mais nem vermelho. Essa é a afirmação mais suspeita. Antes de alisar seu cabelo EXIJA que mostrem o produto a ser usado. A maioria dos profissionais -existem exceçōes, claro- mente descaradamente ou por falta de conhecimento ou intencionalmente mesmo, uma vez que alisantes com formol são bem mais baratos que o tioglicolato que tem marcas caras como Wella e L' oreal. O preço final que você paga é o mesmo mas o lucro do salão é menor se usa essas marcas importadas . E tem o fator novidade. Escova de aminoácidos, de carbocisteína, de frutas, marroquina e demais com nomes bonitinhos são suspeitas.